Tristeza ou Depressão?

A tristeza é uma experiência humana normal. É uma emoção que sinaliza que estamos sofrendo e que precisamos de apoio. Ela ocorre em resposta a situações desagradáveis, tais como insucessos, frustrações e perdas. Ela não traz incapacidade e costuma durar horas a dias. Normalmente, a pessoa entristecida mantém suas atividades, seu trabalho, seus estudos e relacionamentos sem prejuízo significativo.

A depressão, por outro lado, é um problema médico muito comum, caracterizado tanto por uma tristeza intensa e mais duradoura que o habitual (pelo menos duas semanas), como também por um conjunto de outras manifestações associadas: menos prazer ou interesse em coisas que gostava de fazer; alterações de sono (insônia ou sonolência); alterações de apetite ou peso (aumentar ou diminuir); problemas de concentração ou memória; agitação ou lentidão dos movimentos/fala; pensamentos recorrentes sobre morte, culpa ou desvalor.

Por definição, o transtorno depressivo implica também em importante prejuízo da funcionalidade do indivíduo, isto é, prejudica as capacidades de trabalhar, estudar e se relacionar com outras pessoas.

A depressão pode ocorrer como resposta a eventos estressantes da vida, assim como a tristeza normal, mas também pode ser decorrente de outras condições médicas, tais como problemas hormonais, problemas nutricionais, infecções, quadro inflamatórios, uso de substâncias, entre outros.

Por isso, caso suspeite estar acometido por depressão, é fundamental que o indivíduo busque ajuda médica, a fim de que receba adequado diagnóstico e seja orientado a respeito do tratamento necessário para essa condição.

O tratamento da depressão costuma se constituir de medicamentos, tratamento psicológico, atividade física regular e alimentação adequada. O suporte espiritual também pode ser um grande aliado.

Por fim, mais do que saber diferenciar a tristeza da depressão, é essencial entender que em ambas situações o indivíduo está sofrendo e necessita de acolhimento e suporte, sendo inaceitável qualquer forma de preconceito ou discriminação a pessoas acometidas pela depressão ou por qualquer outro transtorno mental, devendo essas condições serem encaradas com a mesma empatia e seriedade reservada a outros problema de saúde.

 

Frankswell Mackson Soares de Moura

Médico Psiquiatra

Membro da Igreja Assembleia de Deus em Candelária

Membro do DESAM

 

Participe do
Próximo culto

Assistir culto on-line

Encontre uma congregação