Dia das Crianças Cuidemos delas!

Pr. Martim Alves da Silva

” Trouxeram-lhe, então, algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos e orasse; mas os discípulos as repreendiam. Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos e não os impeçais de vir a mim, porque dos tais é o Reino dos céus.” (Mt 19.13,14).

Este mês, dia 12, comemora-se o dia das crianças e, Jesus ensinou aos seus discípulos entre outras coisas, o cuidado dele com os pequeninos. Como pais temos a responsabilidade e a obrigação de orientar os nossos filhos e filhas acerca do Reino de Deus. A Palavra de Deus nos exorta: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”. (Pv 22.6).

Hoje, mais do que nunca, devemos estar alertas e obedientes ao que nos ensina a Palavra de Deus: “Estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração e as intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te”. (Dt 6.6,7).

Se nós nos descuidarmos, e, não colocarmos os mandamentos bíblicos em prática, estamos fadados a ver as nossas crianças sendo orientadas por princípios antibíblicos. Isto é, o inimigo das nossas almas trabalhando, de forma perniciosa, na mente e nos comportamentos dos meninos e das meninas.

Educar uma criança é uma tarefa maravilhosa, mas a cada dia está se tornando mais complicado, isto porque a escola, as mídias digitais e a sociedade tentam impor as regras numa escala de valores invertida querendo obrigar as crianças a seguir.

Meus prezados companheiros, meus queridos irmãos pais e mães, certamente vocês já ouviram a expressão Ideologia de Gênero. O que é isso? A Ideologia de Gênero afirma que a criança nasce sem um sexo definido. Mais tarde é que ela fará a escolha (tomará a decisão) se quer ser menino ou menina.

Os irmãos imaginem a que ponto chegou a rebelião do homem contra Deus. O ser humano não querer aceitar que é criado homem ou mulher, como mostra a experiência, a natureza, a razão, a ciência, a Palavra de Deus: “Assim Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”. (Gn1.27). E em nome de uma “liberdade” dizer: “eu decido se serei homem ou mulher”. Isto se constitui um atentado ao plano do Criador.

Precisamos estar atentos com aquilo que é ensinado nas escolas, como forma de doutrinação. Professores que possuem uma cosmovisão antibíblica e anticristã ensinam que a sexualidade humana é parte de “construções sociais e culturais”, e não um fator biológico ou genético. E, nessa “cruzada” ideológica, procuram inculcar nas crianças coisas do tipo: o papai pode usar vestido da mamãe e a mamãe do papai e um bebê pode ter dois pais ou duas mães.

Fica o alerta para todos nós que somos pais, avós ou responsáveis pela educação e formação de uma criança. Educar um filho demanda tempo e dedicação. O melhor presente que damos aos nossos filhos é a instrução da palavra de Deus, e isso, de forma sistemática na realização do culto doméstico. Outrossim, estimule o seu filho para a Escola Dominical, acompanhando-o, pois exemplo e atitude são insubstituíveis.

“E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor” (Ef 6.4). Nossos filhos são as únicas dádivas deste mundo que poderemos ter conosco lá na glória.

Cuidemos das nossas crianças!

O Reino dos Céus é delas!

“Para que todos sejam um”

 

Participe do
Próximo culto

Assistir culto on-line

Encontre uma congregação